Massagens

Sensorial para Gestantes

Com o corpo visivelmente grávido, seios e ventre avolumados, muitas gestantes percebem-se mais femininas e sensíveis, o que faz aumentar  a procura pelo parceiro. E por outro lado têm as que experimentam estados de baixa energia.

Outras, ainda, por já se encontrarem grávidas, liberam a energia mais espontaneamente, por vezes experimentando pela primeira vez o êxtase pleno.

Também não é verdadeiro o mito que se criou que a grávida sentir sensações fortes pode provocar o aborto. Muito pelo contrário: o êxtase é altamente benéfico em qualquer época da gestação, pois tem a função de servir como “válvula de escape” para as ansiedades próprias da gravidez.

Há, também, um fator biológico importantíssimo a ser considerado sobre o êxtase: exercita os músculos do períneo que serão muito solicitados por ocasião do parto.

Durante a gravidez, a mulher produz uma quantidade maior de oxitocina, um hormônio que atua principalmente como neurotransmissor no cérebro. Oxitocina contribui para a sensação de contentamento, a redução da ansiedade e o aumento dos sentimentos de calma e segurança, melhorando sua auto-estima. Muitos estudos já demonstraram uma correlação de oxitocina com vínculo humano, o aumento da confiança, e a diminuição do medo. Para que uma mulher possa atingir o êxtase completo, é necessário que as regiões do cérebro associadas ao medo e ansiedade sejam desativadas. Oxitocina permite que as grávidas deixem de ter medo e ansiedade durante o êxtase.

O processo da massagem intensifica as sensações no corpo, aumentando a energia, trazendo relaxamento, alegria, paz interior, conexão com a sabedoria de seu corpo e movimento energético.

 A conexão com as próprias sensações nunca deveria ser interrompida em nenhum momento da gravidez. 

A Massagem Sensorial  contribui muito, experimente !

MASSAGEM SENSORIAL PARA MULHERES

A Terapia começa no deslizamento com as pontas dos dedos por todo o corpo despertando a eletricidade corporal que está associada a plenitude,  depois uma drenagem dos líquidos para a região genital, em seguida começa a massagem na região pélvica trazendo a consciência das sensações em cada parte. A grande diferença nestes toques é que os movimentos são específicos em cada região soltando e liberando. Na terceira etapa é intensificar as  sensações levando á amplitude na expansão da energia com a utilização de um vibrador próprio.

A sessão termina com acolhimento de toda a experiência vivida.  A(o)  terapeuta oferece o suporte adequado a cada vivência.

INFORMAÇÃO :

 Você sabia que o clitóris possui 8.000 feixes de fibras nervosas, o dobro da glande peniana, que possui 4.000? No entanto, a maioria das mulheres possui um clitóris flácido, sem tônus muscular, devido à falta de estímulos adequados e por isso, não conseguem experimentar um orgasmo clitoriano intenso, pleno e curativo.

Em uma pesquisa realizada em 2009, pela Universidade de Kansas, constatou-se que 67% das mulheres fingem ter o êxtase. Também foi constatado que 75% das mulheres necessitam estímulos clitorianos para alcançarem o êxtase e não conseguem experimentar, somente com a introdução do Lingam, 33 a 50% da mulheres experimentam o êxtase eventualmente e estão insatisfeitas com a frequência com que atingem. Por que o êxtase é importante para a sua saúde? Um pouco antes do êxtase, uma grande quantidade de endorfinas, serotonina e de oxitocina, – também conhecidos reguladores do bem-estar – são liberados no corpo. Durante o êxtase, a oxitocina, comumente conhecida como o “hormônio do amor”, atinge um nível 5 vezes maior do que o normal. A oxitocina também é associada ao sentimento de generosidade e é também conhecida por agir como um neurotransmissor no cérebro, aumentando o sentimento de confiança e ajudando a estabelecer laços afetivos. Através da ativação da sensibilidade clitoriana muita oxitocina é liberada. Este hormônio não é essencial para a concepção, mas é necessário na regulação dos níveis hormonais relacionados ao estresse e ao ciclo menstrual. A deficiência de oxitocina favorece o estresse, a obesidade e comportamentos psicóticos, diminui as funções cognitivas e eleva o risco de câncer de mama. O êxtase clitoriano não é relacionado à concepção e não é obtido através de uma relação  convencional. Para atingir um orgasmo clitoriano satisfatório, é importante que o músculo clitoriano seja tonificado e fortalecido através de um novo aprendizado sensorial, com estimulações específicas. O clitóris é um órgão de extrema sensibilidade, um verdadeiro gerador potente de energia e precisa ser conhecido e explorado para que se possa experimentar uma potente eletricidade extremamente prazerosa e curativa. O êxtase é fonte de saúde, bem-estar, equilíbrio e poder pessoal.”

(texto Luciane Lima – Coach  )