Anal com prazer é possível!

A Massagem Sensorial Tântrica é muito importante para despertar o prazer pois ela que irá permitir a entrega e assim pode acontecer tudo, inclusive o sexo anal, e com isso, satisfazer homens e mulheres, possibilitando múltiplos orgasmos.

Começamos nosso bate papo com a consciência de que nenhum de nós estaríamos no mundo se não fosse por intermédio de uma relação sexual. Somos consequência do sexo. No passado na pré-história o sexo era bem casual, tão comum que as pessoas da época não associavam o sexo a reprodução. Isso porque as pessoas na pré-história transavam tanto umas com as outras que não percebiam a consequência daquele ato sexual: uma gravidez por exemplo.

No Livro, Na Cama com os Gregos Antigos

O autor Paul Chrystal afirma que a masturbação masculina e feminina para a sociedade grega era bem mais aceita do que nos tempos atuais. A masturbação fazia tanta parte da vida das pessoas da época que as conversas sobre o assunto eram normais nos momentos de refeições e atividades rotineiras. De acordo com o autor e estudos sobre esse tempo, a homossexualidade na Grécia antiga tinha mais aceitação do que nos tempos atuais em pleno século XXI.

Mas, na idade média devido à forte influência da igreja católica sobre a sociedade o sexo era tido como um ato de reprodução somente. Os casais da época não eram estimulados ao prazer, posições ousadas ou novos métodos e estímulos. Parece que toda liberdade e ousadia da Grécia Antiga desapareceram do mundo num lapso de conservadorismo. Na ocasião, a posição orientada pela igreja conhecida hoje em dia como papai e mamãe, pois segundo os religiosos não gerava muito prazer tal posição. O sexo para a igreja católica da idade média era somente para reprodução.

As restrições da época referente ao sexo eram tantas que aos domingos, por exemplo, não podia praticar tal ato pois era dia do “Senhor”. Em 1890 o sexologista alemão Magnus Hirschfeld, já chamava atenção para algo chamado anestesia sexual hoje em dia conhecido por assexualidade, este termo define pessoas que não sentem atração sexual por outras pessoas, até fazem sexo, mas não sentem desejo ou atração sexual pelo parceiro (a). Costumam sentir atração romântica, afetuosa, mas sexual não.

Já nos dias atuais o sexo possui inúmeros benefícios para o ser humano: fortalece o sistema imunológico e os ossos, melhora o sono, alivia dores no corpo e desestressa. De acordo com a psiquiatra Dra. Carlisa Silver “o sexo serve para milhares de coisas. Ele serve para ter o gozo a satisfação sexual. Faz um laço físico e afetivo entre pessoas. Pode servir como jeito de subjugar uma pessoa. Pode ser usado para manter o casamento mais quente, e também está associado a reprodução. O sexo tem diversas funções e não posso falar nem imaginar todas elas”, afirma a médica. De acordo com o que a psiquiatra disse o sexo serve para criar conexões entre as pessoas, permite com que elas se abram e se mostrem deixando suas armaduras e se permitindo ficar vulneráveis e entregues ao parceiro (a) sexual. Confortável o suficiente para compartilhar intimidades mais profundas e secretas com o outro. O sexo nos permite isso. Mas mesmo no ano de 2022 século XXI ainda existe um tabu quando o assunto é o sexo anal. Muitos mitos e falta de conhecimento sobre o assunto ainda são comuns.

Existem várias formas de dar e receber prazer, seja por posições diversas, brinquedos, pomadas, roupas excitantes, música, dança e uma infinidade de coisas criadas pelos casais. São diversas formas de amor manifestadas em um ato sexual. Neste artigo vamos dar dicas e desmistificar o sexo anal. Mostrando que é possível ter prazer estando entregue ao seu amor.

O primeiro anal a gente nunca esquece

São muitos medos e incertezas, que envolvem o sexo anal. Tabus, falta de conhecimento e até de prática desenvolvem o medo, tanto para homens como mulheres. Vale lembrar que ânus não tem lubrificação natural fazendo com que o uso de lubrificantes seja essencial acompanhado sempre do uso de preservativo. Pode passar o produto no pênis ou na própria região anal sem medo de exagerar na quantidade pois como o orifício é estreito a primeira vez do sexo anal costuma ser desconfortável dependendo de como foi feito o preparo para a entrega ao amor. Portanto neste artigo após contar a história do sexo desde a pré-história aos tempos atuais vamos dar dicas de como ter relação sexual anal sem traumas ou dor.

Dica #1 O início da penetração

Introduzir o pênis e deixar a glande dentro do ânus com paciência e carinho. Conte até dez e observe a reação do seu amor. Neste momento o diálogo é fundamental. A introdução abrupta do pênis no ânus pode causar muita dor e danos para o parceiro (a). Depois desta primeira introdução e de empurrar o pênis todo dentro é indicado o aguardo mais uma vez, conte até dez de novo, para que o companheiro (a) respire fundo se acostume com a coisa toda dentro para que assim a brincadeira posso começar a rolar de forma natural e gostosa. Esta espera é necessária para que a musculatura da região anal se adapte ao formato do pênis, fazendo com que a introdução completa devagar seja prazerosa e não dolorosa ou traumática. Evitando sangramento e lesões na região anal. Após estas dicas a velocidade do entra e sai, irá de acordo com o casal. É bom deixar a imaginação fluir e se entregar totalmente um ao outro. Melhores posições para este primeiro momento: sentar em cima devagar, com calma, sem pressa, de ladinho ou de bruços. Na primeira vez nunca de quatro, isso pode causar danos e até machucar o doador do ânus e é justamente traumas que queremos evitar com estas dicas.

Dica #2 Preparando o ambiente para não passar um cheque no pirulito do boy

Tudo começa com pensamentos positivos. De que tudo será bom, uma delícia para ambos. Aquela trepada do ano bem gostosa e com muito amor envolvido. Pois o medo pode atrapalhar muito no relaxamento local do ânus. Lembre-se é um músculo e precisa estar relaxado para uma boa penetração. Estar tranquilo, com muito desejo, se entregar é algo essencial para uma transa anal ser prazerosa. Mas, o ambiente anal tem resíduos fecais e nada melhor do que uma boa lavagem do ânus utilizando ducha higiênica encontrada com facilidade nas farmácias para que a brincadeira seja boa e limpinha. 

Dica #3 Querer é poder

Não adianta querer relação anal sem vontade, desejo. Esta dica é válida para homens e mulheres que desejam fazer sexo anal. É preciso ter primeiro amor-próprio para depois querer dar literalmente uma prova de amor para o seu parceiro (a). Querer, desejar, fazer é essencial para uma boa entrega principalmente para aqueles que vão fazer sexo anal pela primeira vez. Como citado acima estas dicas são para que ocorra tudo de maneira natural sem traumas. Não é indicado o uso de anestésico no local, mas por qual motivo? O anestésico tira não somente a dor, mas também todas as sensações, ou seja, você não vai sentir nada, só quem está te penetrando que vai sentir prazer e a ideia é que o gozo seja mútuo. No mercado erótico existem nos sexys shops os dessensibilizantes anais que não é um anestésico ele deixa a musculatura local mais dessensibilizada, confortável para o ato sexual. É uma sugestão para quem tem muito medo do primeiro anal. Mas anestésico para relação anal, nunca, jamais!

Dica #4 De boca aberta para o sexo anal, Oi? Não entendeu? Leia a dica a seguir.

Bom, vamos fazer um pequeno teste. Quando você trava a sua região maxilar naturalmente o seu ânus também ficou travado? Isso, a resposta é sim!  Indo direto ao nosso foco relação sexual anal, quando você deixa a boca aberta, maxilar relaxado naturalmente a região anal também estará relaxada fazendo com o sexo flua bem, sem dor, sangramento ou situações embaraçosas para ambos. O segredo é relaxar. Uma boa preliminar também é uma super dica para que este momento de intimidade seja inesquecível.

Que tal uma Massagem Sensorial Tântrica para iniciar as atividades? Entre em contato conosco para maiores informações. Oferecemos essa modalidade de massagem, além de um curso para casais, com o objetivo de  tirar todas as suas dúvidas e proporcionar que este momento a dois tenha muito amor e prazer.  Agora me conta qual a sua expectativa para colocar em prática as dicas deste artigo com seu parceiro (a)? Já testou? Nos conte como foi sua experiência? Este relato pode ser anônimo. O importante é que o amor esteja fluindo, mas com muito prazer.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Share on whatsapp
WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para responder às suas perguntas. Pergunte-nos qualquer coisa!
👋 👋 Oi, como posso ajudar?

Esse site é recomendado a pessoas maiores de idade.

Você tem mais de 18 anos?