bioenergetica2

 

sensorialmassage A sessão se inicia em uma conversa com a terapeuta  onde o paciente irá relatar sua questão. A terapeuta entrará em sintonia perfeita com as questões apresentadas para perceber quais técnicas terapêuticas irá trabalhar na sessão.

A preparação será a soltura do corpo, da respiração e da voz conduzida pela terapeuta.

 Nesta sessão buscamos caminhos para interiorizar nossa energia e ganhar cada vez mais liberdade para nosso bem estar e encontro com nosso ser verdadeiro.  O primeiro passo para se relacionar bem com os outros é se aproximar de nossa verdade.

Durante as sessões, de acordo com o momento  serão utilizadas técnicas terapêuticas de alinhamento energético, Theta Healing , práticas de relaxamento, respiração consciente, meditação, reiki, massagem sensorial e outros recursos que nos levam a ter mais intimidade com nossas sensações e emoções.

Os exercícios de relaxamento, respiração consciente e meditação contribuem para nos trazer para o presente e com isso aumentamos a intensidade de nossas sensações.

Reiki é um processo que utiliza a técnica de imposição das mãos para mobilizar a energia vital e equilibrar os centros de energia do nosso organismo.

O Alinhamento Energético e o Theta Healing desprograma crenças e registros negativos que adquirimos durante nossa vida.

Após este momento a massagem relaxante intensa através de manobras feitas com as mãos liberando das  tensões, sendo também um agente de limpeza.

Em seguida o toque sutil com as pontas dos dedos por todo o corpo permitindo o livre fluxo da expansão da energia pelos chacras.

 Ao término da sessão a harmonização com os cristais , os aromas e sons orgânicos.

 Indicada  para pessoas que sentem um nível de esgotamento físico , mental e emocional, com questões importantes para serem transmutadas,  necessitando de uma liberação das tensões , equilíbrio e revitalização energética.

Terapeutas – Dewa Deepta, Shakti Gisele

Tempo – 1 hora e 30 min.
Investimento – 280,00

 Todas as escolas e universidades se baseiam na idéia da competitividade. Uma educação autêntica não o ensina a competir; ensina-o a cooperar. Não ensina a lutar e a ser o melhor. Ensina-o a ser criativo, a amar, a estar em êxtase sem se comparar com os outros. Não ensina que você só pode ser feliz se for melhor, se estiver sempre em primeiro lugar. Uma educação autêntica não o ensina a estar em primeiro lugar e a ser melhor. Ensina-o a desfrutar de tudo aquilo que faça, não pelo resultado, mas pela ação em si. – Osho –